10 Coisas que a Pessoa Falsamente Acusada de Abuso deve Saber

  1. O sucesso da defesa começa pela escolha do advogado. Ele obrigatoriamente deve ser conhecedor do tema Alienação parental, porque, a acusação de abuso tem sido cada vez mais frequentemente usada por genitores que desejam afastar pais e filhos ou avós e netos. O judiciário sempre opta por proteger a criança e resguardar seus interesses, por isso, enquanto a denúncia estiver sendo investigada eles vão manter o acusado afastado da suposta vítima. Em estatística informal (baseada nos casos que atendi), 98% dos pais ficaram ser ter contato com a criança até o final dos trâmites processuais;
  1. O processo é longo, dura em torno de 3 anos, podendo variar para bem mais;
  1. Todos os falsamente acusados de abuso sexual ficam abalados psicologicamente (sentem raiva/ódio do acusador e da criança, se sentem impotentes diante da morosidade e burocracia do judiciário, se sentem injustiçados, sentem medo de ser presos, têm desejo de matar o acusador, ou de se matar, se sentem deprimidos, etc., alguns não conseguem mais trabalhar, o que acaba trazendo enormes prejuízos profissionais e financeiros, além dos emocionais;
  1. O acusado deve estar preparado para ouvir a criança repetir a falsa acusação como se fosse verdade. O acusador distorce a realidade de modo que a criança acredita que um ato de higiene, por exemplo, é um ato libidinoso. 
  1. O acusado deve reunir e entregar para advogado todas as ‘provas’ de hipóteses possíveis das motivações que levaram o acusador a fazer a denúncia: e-mails, mensagens de voz, vídeos, testemunhas que presenciaram discussões, dentre outras coisas.

Geralmente as acusações aparecem quando o/a ex inicia um novo relacionamento afetivo ou quando formaliza a nova união no civil e ou igreja. Outros, quando pedem redução de pensão alimentícia, ou não podem pagar o aumento pedido.

Muitas pessoas são acusadas após postarem nas Redes sociais que serão pais ou mães novamente, outros são acusados depois de entrarem com pedido de guarda compartilhada ou reversão de guarda por alienação parental ou negligência/maus tratos. Alguns depois de postarem fotos da criança com os/as atuais companheiro/as. Avós que não se davam bem com nora ou genro são acusados depois da postagem de fotografias demonstrando um feliz dia de convivência, ou por serem contra alguma divisão de bens adquiridos pelo filho antes do casamento;   

  1. O acusado pode juntar aos autos um documento chamado Parecer. Ver no Blog texto com esse título;
  1. O acusado pode contratar uma Assistente Técnica. Consultar no Blog texto sobre o tema;
  1. O bem sempre vence o mal. Tudo será resolvido se você estiver bem assessorado, por isso, durma, se alimente bem e pratique exercícios físicos. O processo será difícil e você precisa estar saudável física e emocionalmente;
  1. Se estiver muito angustiado procure ajuda psicológica e psiquiátrica. Em muitas situações remédios ansiolíticos e antidepressivos, são bem vindos.
  1. Não desconte a raiva nos seus familiares, amigos, patrões ou empregados. O que menos um acusado precisa é de novos problemas. Tente manter a calma e não deixe a acusação afetar seu novo relacionamento. Sua esposa ou marido atual e filhos dessa nova união não devem ser afetados pelo seu estado de humor, porque, é bem isso que o alienador deseja: sua destruição em todas esferas da vida!

    Você também pode se cadastrar em nossa newsletter ou nosso RSS Feeds.

Comentários Facebook

GRUPO WHATSAPP OUÇA NOSSO PODCAST
GRUPO TELEGRAM GRUPO FACEBOOK